top of page
  • by Brunelson

Neil Young: o guitarrista que ele chamou de "um grande artesão”


O lendário cantor e compositor canadense, Neil Young, aproveitou a oportunidade de trabalhar ao lado de muitos de seus estimados colegas ao longo de sua carreira. No entanto, ser um músico tecnicamente sólido não se traduz necessariamente numa garantia de química quando sobem juntos ao palco.


A oportunidade de se apresentar ao lado de um artista de tal estatura poderia deixar alguns nervosos e impactar na sua forma de tocar, mas não com Eric Clapton. A polêmica figura juntou-se a Young em uma celebração especial para Bob Dylan no Madison Square Garden em New York, no ano de 1992, marcando o 30º aniversário de sua pioneira carreira com o lançamento do seu 1º disco em 1962.


Durante o show, a dupla se juntou a Bob Dylan, Roger McGuinn (THE BYRDS), Tom Petty e George Harrison para uma performance excepcional da música de Bob Dylan, "My Back Pages". A noite foi importante, reunindo uma série de rostos famosos que prestaram homenagem a uma figura musical vital e que permitiu a Young a oportunidade de tocar junto com Clapton mais uma vez.


Durante uma entrevista para a revista Much Music em 1996, Young detalhou sua admiração pelo ex-guitarrista do CREAM e explicou por que o considera um músico agradável para trabalhar junto.


“Bom, é exatamente isso que tentamos evitar quando fazemos uma dessas coisas”, disse ele sobre estrelas do rock famosas se unindo para uma colaboração sem qualquer planejamento ao fazê-lo. “É verdade, mas adoro a forma como Eric Clapton toca guitarra. Tocamos algumas músicas naquele show e eu realmente gosto de tocar junto com ele”.


Explicando por que ele se sente tão bem tocando junto com Eric Clapton, Young acrescentou: “Porque ele é um grande artesão e um grande artista pela maneira como toca. Ele é tão bom e não havia nada que você fizesse que ele não conseguisse fazer também, além de ser uma pessoa divertida para se estar junto”.


Os comentários positivos de Young sobre Clapton em 1996 são uma surpresa, considerando que ele anteriormente ridicularizou o músico inglês no videoclipe da música “This Note’s For You”. Esta canção foi sua maneira de zombar do crescimento da comercialização do rock ‘n’ roll, destacando o então recente anúncio de Clapton em uma propaganda para uma marca de cerveja.


Inicialmente, esse clipe foi colocado na lista negra da MTV, onde a emissora impediu a sua visualização pela TV, o que levou Young a compartilhar uma furiosa carta aberta à emissora, sendo que depois eles autorizaram passar o clipe na TV. Além disso, esse mesmo clipe ganhou o prêmio de Vídeo do Ano no MTV Awards de 1989. 



Embora os negócios de Clapton tenham sido parodiados no vídeo, isso não encerrou seu relacionamento com Young, sugerindo que ele aceitou as críticas do trovador canadense.



Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page