• by Brunelson

MTV Unplugged: 03 apresentações memoráveis no decorrer da história


As sessões do MTV Unplugged tornaram-se um direito de passagem nos anos 90 e se você fosse convidado para uma apresentação, era sinal de que estava no caminho certo.

Uma sessão acústica na frente de um público íntimo pode criar ou quebrar carreiras, pois não há onde se esconder, permitindo que os artistas mostrem um lado diferente de sua arte que pode, na maioria das vezes, consolidar um status icônico.

O 1º show que o MTV Unplugged apresentou foi em novembro de 1989, em New York. O local era sempre o mesmo antes de decidirem mudar o show para qualquer outro lugar que o artista quisesse filmar - porque era importante para eles.


Dentre vários artistas que se apresentaram nesta "1ª fase" do MTV Unplugged, inclui o nome de Stevie Ray Vaughn.

No entanto, o momento de descoberta veio quando Paul McCartney se apresentou em 1991 e habilmente criou um álbum de sucesso, "Unplugged", levando o programa a novos patamares sendo visto como o auge para muitos artistas.

No início dos anos 90 com a explosão do grunge e do rock alternativo, o MTV Unplugged foi sem dúvida um grande holofote na carreira daquelas bandas, com destaque para os acústicos do NIRVANA, STONE TEMPLE PILOTS, PEARL JAM, R.E.M, ALICE IN CHAINS e tantas outras.

Com isso, resolvemos lembrar somente de 03 apresentações marcantes no MTV Unplugged e reforçando que não quer dizer que sejam as mais consagradas de todas, mas sim, algumas das mais consagradas...

R.E.M. (1991)

R.E.M. estava no topo do mundo quando eles realizaram o MTV Unplugged em 1991.


Foi gravado menos de 01 mês após o lançamento do seu impressionante 7º álbum de estúdio, "Out of Time". Esse disco foi o primeiro da banda a chegar ao topo das paradas e depois de anos de trabalho árduo, R.E.M. teve motivos para comemorar com uma apresentação acústica.

Eles percorreram um setlist impressionante, que capturou a banda num momento extraordinário em sua carreira quando eles deram um salto sísmico para a estratosfera, sabendo que uma nação inteira estava os assistindo em casa para descobrirem por que havia todo esse alarme em torno do R.E.M.

“Acho que estávamos todos nervosos”, lembrou o baixista Mike Mills ao jornal britânico The Guardian em 2014. “A última vez que tínhamos nos apresentado antes, havia sido na turnê de 1989, que foi uma turnê completa, com grandes caixas de PA's, grandes amplificadores e também com a MTV sendo realmente grande naquele momento... Sabíamos que havia um grande público, então, sentar lá e se expor, com verrugas e tudo o mais, foi muito assustador. Você realmente tem que se preparar para fazer uma apresentação assim”.


"Losing My Religion"


Jimmy Page & Robert Plant (1994)

A reunião de Jimmy Page e Robert Plant do LED ZEPPELIN para fazer uma sessão do MTV Unplugged mostrou o peso da importância que o programa ganhou.

Naquele momento já era uma instituição cultural, onde cada banda queria participar do acústico e a luz brilhou ainda mais quando 02 membros do LED ZEPPELIN se uniram para deixar o seu legado no MTV Unplugged.

Mais tarde, Robert Plant se lembrou de como a reunião aconteceu: “Naquela época, eu não me sentia mais nem mesmo um cantor de rock, então, fui abordado pela MTV para fazer uma sessão do Unplugged, mas eu sabia que não poderia ser visto segurando sozinho a bandeira do legado do LED ZEPPELIN na TV, então, misteriosamente, Jimmy Page apareceu num show que eu estava apresentando na cidade de Boston e foi como se aqueles difíceis últimos dias do LED ZEPPELIN tivessem desaparecido... Tivemos esse entendimento novamente sem fazer ou dizer nada, tipo, conversamos sobre fazer o MTV Unplugged e decidimos ver onde poderíamos levar”.

Sabemos que Robert Plant não é, tradicionalmente falando, uma pessoa que gosta de olhar para trás, então, o MTV Unplugged foi uma oportunidade perfeita para colocar um novo toque acústico em uma reunião do LED ZEPPELIN.


"The Rain Song"


Nirvana (1993)


O MTV Unplugged do NIRVANA é a performance definitiva na história do programa.

A sessão é conhecida por ser um dos últimos atos de Kurt Cobain antes de sua trágica morte, apresentando indiscutivelmente a atuação mais icônica de toda a sua carreira, com o cenário acústico não deixando esconder as suas vulnerabilidades.

Cobain mostrou um lado diferente de si mesmo e que muitos desconheciam, onde um deles foi quando o NIRVANA realizou o belo cover da música de David Bowie, "The Man Who Sold The World".

Bowie ficou até pasmo com o cover que o NIRVANA havia feito, dizendo numa entrevista: “Fiquei simplesmente maravilhado quando descobri que Kurt Cobain gostava do meu trabalho e sempre quis conversar com ele sobre os seus motivos em querer tocar este cover”. Sempre amante de qualquer arte, Bowie acrescentou: “Foi uma boa interpretação direta e soou de alguma forma muito honesta. Teria sido bom trabalhar com ele, mas só de falar com ele já teria sido muito legal”.

O cover do NIRVANA foi um autêntico tributo à música, sendo um tema que Kurt Cobain entrega perfeitamente com o seu vocal e abrindo as portas para os seus sentimentos na época.


"The Man Who Sold The World"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques