• by Brunelson

Led Zeppelin: relembre último show da banda com o baterista John Bonham


A morte do lendário baterista do LED ZEPPELIN, John Bonham, e possivelmente o melhor baterista de todos os tempos, poria fim à uma das maiores bandas do planeta.


Foi uma morte que enviaria ondas de choque não apenas para o mundo da música, mas para todo o globo, já que o rolo compressor John Bonham infelizmente havia falecido.

Roqueiros do tamanho de um estádio, LED ZEPPELIN governou por muito tempo mais de 01 década em que entregaram álbuns após álbuns com músicas gigantes e épicas que ainda caminham sobre a terra, mas a nova década que estava surgindo apresentava um novo desafio para a banda.

Os anos 80 seria uma época assustadora para qualquer banda de hard rock e para piorar as coisas, seria um LED ZEPPELIN enfrentando as coisas sem o seu baterista.

Bonham subiria ao palco pela última vez com o LED ZEPPELIN no dia 07 de julho de 1980 em Berlim, Alemanha (foto).

O verão de 1980 viu o fim da grande turnê europeia do LED ZEPPELIN. Foi um rally de shows que confirmaria que o grupo também poderia ser tão poderoso nesta década e deu a entender que eles não iriam desacelerar para ninguém. Com a última apresentação do grupo em Berlim provando ser a última vez que Robert Plant, Jimmy Page, John Paul Jones e John Bonham dividiram o palco, foi uma turnê cheia de novos começos para uma banda que estava em ascensão por tanto tempo.

A turnê de 1980 veria a banda ter que mudar drasticamente a sua atuação para combinar com os novos valores e temas que o público amava. LED ZEPPELIN tinha sido a banda selvagem do mundo do rock durante os anos 70, mas conforme o mundo da música se voltava para a encenação ousada e básica do punk rock e depois da new wave, a banda estava começando a parecer tão longa quanto os seus solos imensos e agora "ultrapassados".


Com 14 noites programadas para o verão europeu, LED ZEPPELIN precisava otimizar o seu setlist para garantir que não fossem vistos como dinossauros.

Como tal, o grupo cortou a gordura do show e evitou qualquer coisa que parecesse muito produzida ou complicada demais. Isso viu a remoção de muitos dos seus efeitos visuais de palco, incluindo a fumaça, lasers e até mesmo as suas roupas. Para os fãs da velha guarda que ainda acompanhavam a banda, vê-los em 1980 foi muito diferente de qualquer coisa que eles possam ter experimentado, mas todos compreendiam que o LED ZEPPELIN tinha que evoluir.

Isso também significava que o ritual agora bem estabelecido do épico solo de bateria de John Bonham na música "Moby Dick" (geralmente durando 15 minutos), o solo a la violino de Jimmy Page na canção "Dazed and Confused" e a introdução nos teclados de John Paul Jones na música "No Quarter", também fossem cortados do setlist.

Em vez disso, a ênfase foi colocada de volta nas canções como um todo, ao invés das partes individuais que as compõem. Não por menos, a turnê ficou carinhosamente nomeada como Cut The Waffle Tour.

Mas o grupo ainda mandava um show cheio de clássicos, já que nenhuma apresentação do LED ZEPPELIN estava completa sem a obrigatória canção "Stairway to Heaven", a música favorita da banda, "Kashmir", além da canção "Whole Lotta Love".

Isto significa que este último show da banda com John Bonham na bateria ainda está repleto de momentos perfeitos, assim como quando eles abrem o concerto com a música "Train Kept a Rollin’", a qual eles vinham tocando nos shows desde 1968.

Apesar da atração de uma nova década de dominação do mundo do rock and roll acenando, outro clássico do passado fecharia o show e significaria que eles ainda não terminaram com as suas coisas antigas nos shows. John Bonham iria se despedir do LED ZEPPELIN com a performance impressionante da canção "Whole Lotta Love".

Infelizmente, o baterista faleceria poucas semanas depois deste show e deixou um enorme buraco no que tornou o LED ZEPPELIN perfeito.

Bonham morreria após beber cerca de 40 doses de vodca em uma única noite, nunca acordando do seu sono profundo e deixando fãs em todo o mundo em estado de choque.

O baterista estava supostamente na casa de Jimmy Page gravando, escrevendo novas músicas e possivelmente preparando o próximo lote de canções para compartilhar num vindouro álbum de estúdio sob a asa dos anos 80.

LED ZEPPELIN viria a se separar naquele mesmo ano.

Confira o áudio completo do último show do LED ZEPPELIN com John Bonham na bateria:


* Led Zeppelin: Top 10 músicas com John Bonham na bateria


* Dave Grohl: Top 10 músicas do Led Zeppelin destacando John Bonham na bateria

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques