• by Brunelson

Led Zeppelin: o álbum que eles gravaram antes do 1º disco


Antes do LED ZEPPELIN se tornar os titãs do rock que tomariam conta do mundo, eles foram quatro dos músicos de sessão de estúdio mais brilhantes de Londres e que construíram uma reputação individual imensa.

A primeira vez que eles gravaram um som juntos, foi quando o cantor e compositor americano, P.J. Proby, chegou ao Olympic Studios em Londres no ano de 1968 para gravar o seu álbum chamado, "Three Week Hero".

Embora esse disco apresente uma série de músicos de sessão ao invés de Proby sendo apoiado por somente John Bonham, Jimmy Page, John Paul Jones e Robert Plant, ainda é um momento extremamente monumental e que não pode ser esquecido.

Na verdade, Plant nem mesmo canta no disco, mas em vez disso oferece a sua contribuição na gaita. Sem os seus vocais estrondosos, é difícil fazer muitas comparações entre o álbum e o trabalho do LED ZEPPELIN, mas não deixa de ser um momento comovente na história do grupo.

O sucesso de Jimmy Page como músico de sessão significou que fazê-lo tocar neste álbum foi uma espécie de golpe para Proby e igualmente, o poder e respeito que Page carregava significava que ele poderia colocar os seus novos companheiros de banda no projeto também.

LED ZEPPELIN tinha acabado de ensaiar pela 1ª vez no início daquele mês e ainda não tinha feito um show de verdade. No entanto, isso logo mudou e eles começaram a marcar datas na Escandinávia sob o disfarce de THE NEW YARDBIRDS.

“Tive a oportunidade de passar por aquele tipo de porta revestida de ferro”, Page relembrou mais tarde sobre os seus dias no circuito de sessões como músico de estúdio. “A sessão de música era uma loja extremamente fechada. Fiz um teste com outros músicos de estúdio e eu devia ser 07 anos mais jovem do que qualquer outra pessoa que existia naquela época, sendo que alguns eram consideravelmente pessoas mais velhas".

“Eles disseram: 'Você pode inventar uma parte na guitarra e toque o que quiser'. E porque eu tinha essas raízes em toda a linha indo do rockabilly ao blues de Chicago, além de saber tocar gaita e de forma acústica, tornei-me um músico bastante requisitado para um instrumento ou outro".

Proby foi um músico experiente que teve uma fração de sucesso em 1964 com o seu álbum de estreia, mas nunca conseguiu recuperá-lo em qualquer momento de sua carreira. Mesmo tendo os melhores músicos do ramo tocando para ele, não necessariamente ressuscitaria a sua carreira.

“Os meninos do LED ZEPPELIN me disseram que gostariam de tocar em San Francisco e nas grandes cidades americanas”, Proby disse certa vez ao fansite do LED ZEPPELIN. “Eu disse a eles: 'Olha, pelo que eu ouvi e pela maneira como vocês tocaram esta noite aqui no estúdio, não só vocês não vão ser a minha banda de apoio, mas vou dizer adeus agora, porque acho que não vou ver vocês de novo... É assim que vocês irão ter sucesso, porque vocês são exatamente o que as pessoas querem, vocês tocam todas essas coisas psicodélicas e tudo mais'”, recordou Proby.

“Eu disse para eles: 'Vocês irão se dar tão bem que acho que nunca mais irão voltar para casa'. Eles realmente não voltaram e ficaram fazendo shows e turnês como grandes estrelas... Me despedi deles naquele dia quando gravei aquele álbum e não vi mais nenhum deles desde então”, acrescentou Proby.

Logo depois de terminar o trabalho no álbum de Proby em setembro de 1968, LED ZEPPELIN subiu ao palco como um quarteto pela 1ª vez no Gladsaxe Teen Club, Dinamarca, onde entregariam um (agora) conjunto histórico de canções.

“A apresentação e a música deles foram absolutamente perfeitas, e a música continuou a soar bem aos ouvidos por algum tempo depois que as cortinas foram fechadas após o show”, disse um boletim informativo do local sobre a 1ª apresentação do LED ZEPPELIN. “Permitam-me, em particular, elogiar Jimmy Page, que fez um excelente trabalho com os 03 novos companheiros de banda. Eles realmente tiveram sucesso no conjunto da obra e o solo de guitarra de Page gerou muitos aplausos".

Apenas 02 meses depois do seu 1º show e terminando o trabalho no álbum de Proby, LED ZEPPELIN conseguiu um contrato adiantado de U$ 143 mil dólares com a Atlantic Records que, na época, foi o maior negócio de todos os tempos para um novo ato da música.


E o resto, como já sabemos, virou história...

Confira o áudio de estúdio da música "Jim's Blues" gravada pelo pessoal do LED ZEPPELIN para o álbum de P.J. Proby:


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques