• by Brunelson

Eddie Vedder: "não vejo sentido viver uma vida lamentando algo que não posso mudar"


Eddie Vedder encontrou inspiração para duas músicas do PEARL JAM em algumas de suas dificuldades em vida. 

Uma delas é a clássica canção “Betterman”, que trata sobre o casamento de sua mãe com Peter Mueller, um homem que ele acreditava ser o seu pai verdadeiro até a adolescência. Quando a sua mãe finalmente lhe contou sobre o seu pai biológico, Vedder diz que a perdoou rapidamente por guardar o segredo.

Vedder foi entrevistado recentemente pela 1ª vez pelo radialista Howard Stern, agora em 02 de novembro de 2020 (foto).


* Eddie Vedder: sendo entrevistado pela 1ª vez pelo radialista Howard Stern


* Howard Stern: vocalista Eddie Vedder comenta sobre Chris Cornell em entrevista


* Eddie Vedder: "o aumento de casos de covid é gerado por condutas irresponsáveis"


* Eddie Vedder: "depois que me tornei pai nunca mais usei drogas psicodélicas"


* Pearl Jam: "concordo com algumas coisas que Kurt Cobain falou sobre nós"


* Eddie Vedder: "nos anos 90, Neil Young me disse que pessoas apareceriam para me afastar da banda"


* Pearl Jam: "muito da nossa música é: 'Vamos viver o momento'"


Quando Stern perguntou como Vedder poderia aceitar tal monumental informação, o vocalista explicou a sua perspectiva.

Eddie Vedder entendeu por que a sua mãe não revelou o seu pai biológico para ele.

Vedder cresceu na casa de Mueller com irmãos que eram filhos biológicos de Mueller. Ele entendeu que na época em que cresceu não era tão comum falar abertamente sobre famílias mistas.

“Pense nisso”, disse Vedder a Stern. “Eu tinha três irmãos mais novos e éramos extremamente, extremamente próximos. Essa era a lógica deles em não dizer a verdade sobre mim, sendo que isso era em 1969 ou algo assim... A lógica deles era que nos sentissem como irmãos e não que fôssemos separados como meio-irmãos".

Vedder reconheceu que, se fosse em 2020, a sua mãe poderia ter se sentido mais confortável contando a verdade para ele.

“Hoje em dia é muito diferente”, disse Vedder. “Hoje em dia você tem mães solteiras criando filhos, o que não era comum naquela época. Hoje você tem meio-irmãos e famílias juntas... Acho que a lógica estava lá para eles, fosse distorcida ou não”.

E o padrasto Peter Mueller também inspirou outra canção do PEARL JAM.

A música “Alive” é especificamente sobre um garoto descobrindo que o homem que ele considerava o seu pai, era na verdade o seu padrasto. A música vai ainda mais longe liricamente, mas Vedder reconhece que as suas letras vieram de pensar sobre a sua própria situação.

“Isso foi alguns anos depois de eu descobrir, então, ainda devia estar ressoando e não resolvido dentro de mim”, disse Vedder. “E sabe, você consegue fazer alguma música disso, você tem um lugar onde colocá-lo e realmente fez algo com isso. Essa é a coisa boa sobre as artes, pintura ou escrita”.

“Voltando de quando a minha mãe me contou a verdade sobre quem era o meu pai verdadeiro, porque o cara que eu pensava ser o meu pai, tipo, eu meio que não estava sendo bem tratado por ele”, revelou Vedder, mas concluiu que não havia motivo para guardar rancor e aceitou a decisão de sua mãe.

“Eu simplesmente não vejo sentido em viver uma vida lamentando algo que eu não possa mudar”, finalizou Vedder. “Não foi obra minha, certo? Eu não posso ficar chateado comigo mesmo e não tenho mais largura para ficar chateado com outras pessoas por isso, sabe? Eu penso em todos os problemas que as pessoas têm no mundo e não vou reclamar de algumas coisas que aconteceram na minha vida”.


Confira os áudios de estúdio das músicas citadas aqui nesta matéria, "Alive" (1º disco, "Ten", 1991) e "Betterman" (3º disco, "Vitalogy", 1994):



  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead