• by Brunelson

Dave Grohl: "Kurt Cobain foi o maior compositor de nossa geração"


Dave Grohl foi entrevistado pela rádio da Apple Music Hits para falar sobre o 10º álbum de estúdio do FOO FIGHTERS lançado no começo de fevereiro de 2021, "Medicine at Midnight", onde ele falou também sobre as suas inspirações pessoais, jornadas musicais e refletiu sobre o processo criativo por trás desse disco.

Numa certa hora, Grohl falou sobre Kurt Cobain e o disco "Nevermind" (2º disco do NIRVANA, 1991).

Seguem alguns trechos:

“Quando o álbum 'Nevermind' foi lançado ainda estávamos viajando em nossa van e apenas observando tudo isso acontecer na nossa frente. Os shows estavam ficando cada vez maiores e a plateia também. A multidão que ficava fora dos shows e que não conseguiam entrar, era maior do que a quantidade de pessoas que estavam dentro do local para ver o show, sabe?"

"Pudemos ver que algo estava acontecendo, mas realmente nunca esperamos que fosse tão grande quanto era. Eu não acho que nenhum de nós esperava isso... Claro, foi uma experiência incrivelmente desafiadora e no final das contas uma das maiores tristezas da minha vida, pelo fato do NIRVANA não estar mais aqui criando músicas".

"Independente se ainda iria existir o NIRVANA com Kurt vivo ou qualquer outro projeto, é uma das maiores tristezas da minha vida que Kurt não esteja aqui para compor mais canções incríveis, porque é muito claro que ele foi abençoado com um dom, certo? Acho que é seguro dizer que ele foi o maior compositor da nossa geração e tenho muito orgulho de dizer que fui o baterista da banda dele e toquei essas músicas todas as noites nos shows”.

Ele também falou sobre o punk rock: “Eu caí de cabeça na cena punk rock. Eu meio que guardei todos os meus discos de rock clássico e comecei a ouvir essas bandas de garagem underground realmente cruas que estavam fazendo álbuns por conta própria, tipo, fazendo tudo por conta própria".

"Aquelas bandas não tinham vínculos com grandes gravadoras e era como se os membros desses grupos trabalhassem em seus empregos diurnos normais o suficiente para conseguir dinheiro para irem a um estúdio local, gravar algo, enviar a fita para uma gráfica e eles fariam as cópias em vinil. Você receberia o vinil de volta e teria que montar por conta própria as capas dos seus próprios álbuns e ir às lojas de discos para vendê-los em consignação... Foi assim que as coisas funcionavam e você fazia tudo sozinho, o que realmente não havia nenhuma expectativa de carreira".

"Era tipo: 'Oh, eu só estou fazendo isso porque quero acompanhar o que os meus amigos de outras bandas também estão fazendo ou só porque é divertido'. Isso foi o começo pra mim e eu descobri muitas bandas incríveis que ninguém realmente conhecia".

"Bandas underground americanas de punk rock que mudaram o mundo. Grupos como BAD BRAINS, BLACK FLAG e DEAD KENNEDYS, quero dizer, a lista é muito longa, cara. Havia tantas bandas incríveis crescendo nos arredores da capital Washington, onde alguns desses grupos estavam no meu próprio quintal de casa e eu não tinha ideia que existiam porque eram bandas totalmente no underground”.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead