Velvet Revolver: "tentei pegar o ritmo do que o Foo Fighters estava apresentando e encaixa-lo no meu próprio estilo"

August 28, 2020

 

Como todos se lembram, o saudoso vocalista original do STONE TEMPLE PILOTS, Scott Weiland, tinha formado em 2003 o supergrupo chamado VELVET REVOLVER com o guitarrista Slash, o baixista Duff McKagan e o baterista Matt Sorum, junto com o guitarrista rítmico Dave Kushner. 

 

Matt Sorum revelou recentemente como o VELVET REVOLVER tentou se diferenciar do FOO FIGHTERS e Dave Grohl em meados dos anos 2000, mesmo tomando a banda como influência - em uma nova entrevista para o programa Drum For The Song.

 

Seguem alguns trechos:

 

“Eu acho que, como baterista, é uma coisa interessante de se pensar, porque muitos bateristas soam iguais ou parecidos, certo? Eu sempre tentei ser um baterista diversificado, tipo, procuro saber o que outras bandas estão fazendo para não fazer igual, sabe?"

 

"Tento pegar o ritmo do que eles estão tocando e encaixá-lo no meu próprio estilo ou algo assim, então, especialmente procurei me espelhar em bateristas como Don Henley (EAGLES), Phil Collins e claro, Dave Grohl".

 

"Você ouve FOO FIGHTERS e logo de cara você é guiado pelo ritmo. E pelo que eu entendi, eles gravam as partes da guitarra primeiro e depois incluem a bateria (o método convencional de gravação em estúdio é gravar primeiro a bateria). Então, Dave tem o ritmo, você sabe, a guitarra é um instrumento rítmico e ele sabe em sua cabeça onde vai colocar, por exemplo, o bumbo da bateria em tal parte e tudo já está montado na cabeça de Dave".

 

“Quando o VELVET REVOLVER surgiu, gravamos o nosso 1º álbum de estúdio em 2004, 'Contraband', e o FOO FIGHTERS já era gigante e estava no topo das paradas. Me recordo que estava ouvindo bastante FOO FIGHTERS na época e cheguei a dizer para o pessoal da banda: 'Bom, vamos ser agressivos dessa forma, ok?'" 

 

"Se você ouvir várias vezes e com atenção o 1º disco do VELVET REVOLVER, há muito dessa ideia nas músicas".

 

"Parecia punk rock, mas era moderno. De certa forma, acho que o mundo todo se move ritmicamente, tipo, qual era a diferença agora sobre a música dos anos 70 e mesmo dos anos 80? Eu costumo dizer que a única diferença eram as drogas que as pessoas usavam”.

 

VELVET REVOLVER lançou somente dois álbuns de estúdio antes de despedirem Scott Weiland do grupo e se separarem em 2008, embora eles tenham tentado cantores substitutos como Corey Taylor nos anos seguintes (SLIPKNOT). 

 

VELVET REVOLVER se reuniu com Scott Weiland para um único show beneficente em janeiro de 2012, com Weiland alegando que a banda estava se reunindo para uma turnê completa e um novo álbum de estúdio. 

 

Slash havia dito na época que isto não era verdade e o VELVET REVOLVER nunca mais se apresentaram juntos até o falecimento de Weiland em dezembro de 2015.

 

Confira a performance do VELVET REVOLVER num programa de auditório da TV americana, apresentando a música que foi o single do seu álbum de estréia, "Slither":

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Grunge: Top 50 melhores álbuns pela Revista Rolling Stone - nº 19

September 30, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead