Pixies: Top 18 discos preferidos do vocalista/guitarrista Frank Black

August 6, 2020

 

Você conhecerá Charles Thompson por muitos nomes. Seja Black Francis ou Frank Black, você saberá que está na presença de uma potência musical quando ouvir a voz estrondosa do vocalista/guitarrista do PIXIES.

 

Artista influente por si só, PIXIES forjou um caminho incomum para o empilhamento de bandas ao topo do rock alternativo em meados dos anos 80 e início dos anos 90 - depois de ser aparentemente esquecido por alguns críticos há incontáveis anos. 

 

Felizmente, aqueles a quem a banda influenciou tanto também estavam interessados em compartilhar o PIXIES nas suas comunidades. 

 

Mas quais foram as bandas e artistas que influenciaram Black Francis?

 

Como seria de se esperar de uma lista compilada dos discos favoritos de Frank Black de todos os tempos - e daqueles que o influenciaram mais fortemente - a lista está repleta de bandas de rock experimentais e de músicas clássicas altamente refinadas. Se trata de uma lista abrangente de 18 álbuns que Francis chamaria de favoritos.

 

Lá em 2012, o site Quietus entrevistou Francis para falar sobre os seus discos favoritos e o cantor não decepcionou com as suas escolhas. Ele selecionou uma série de atos cruciais, incluindo o disco do THE CLASH, "Combat Rock", sobre o qual ele disse: "Eu tinha 17 anos quando ouvi a canção 'Should I Stay or Should I Go'. Eu não era um cara punk rock, só me lembro de ter escutado na rádio e comparado com muitas outras coisas que estavam sendo tocadas na época, e eu pensei: ‘Isso é muito bom!'”

 

Apesar de não tentar desacreditar o material inicial do THE CLASH - escolhendo o álbum de estréia ou o disco "London Calling" parecendo óbvios - o rock que a banda ofereceu no álbum "Combat Rock" brilhou para o adolescente Francis. Ele ainda disse: "Ouça a música 'Straight to Hell', é do c... cara! Ouça a canção 'Know Your Rights'... Ficaria feliz como um porco na merda se eu pudesse compor uma música tão boa assim”, confessou o cantor.

 

Durante a entrevista, Francis também escolheu uma série de artistas que talvez todos tenham o inspirado a se tornar vocalista. Ele selecionou os anos selvagens de Tom Waits, os novos valores de Iggy Pop e os clássicos de Elton John e Neil Young. Nota-se que todos estes ícones do rock mencionados possuem uma subversão, uma tradição distorcida que influenciou a personalidade de Francis.

 

Outro artista de tradição semelhante é Bruce Springsteen. Naturalmente difamado no mundo do rock'n roll pelos seus discos rock pop, Francis escolhe o álbum de Springsteen, "Nebraska", como um dos seus favoritos: “Bruce Springsteen recebe muita imprensa e crítica ruim porque as pessoas gostam muito de suas músicas. Eu fico bem quando alguém que eu realmente gosto faz algo que eu não gosto muito, tipo, eu não fico preocupado, sabe? Eu ainda tenho os discos que realmente amo e se eles realmente chegam ao topo da montanha, eles não podem ficar lá o tempo todo, não é?"

 

É claro que havia espaço para algumas peças clássicas, enquanto Francis mostrava o seu amplo conhecimento musical selecionando, tanto Kurt Weill, o famoso compositor alemão, quanto algumas músicas gregas antigas que ele admite que o assustaram um pouco. Francis selecionou este disco, porque estava procurando uma peça de música para ajudar no projeto da escola grega do seu filho mais novo: “Eu tropecei nisso, sabe? Perguntei se ele queria grego ou grego antigo e ele disse 'antigo' porque parecia legal... Parece uma peça de teatro".

 

Francis confessou que ele ouvia várias vezes num quarto escuro os discos de Elvis Costello e Iggy Pop: "Eu me sentava no meu quarto escuro e ouvia os discos de Iggy Pop e de Elvis Costello por horas e horas..."

 

As outras seleções que estão na lista de álbuns favoritos de Francis Black são das mais variadas e foram buscadas de outra entrevista em 2011 para o jornal britânico The Guardian.

 

Segue a relação dos álbuns favoritos do frontman do PIXIES, Black Francis:

 

"Goodbye Yellow Brick Road" – Elton John

 

"Leon Russell" – Leon Russell

 

"Stand Up" – JETHRO TULL

 

"This Year’s Model" – Elvis Costello & The Attractions

 

"Link Wray" – Link Wray

 

"Happy Soup" – Baxter Dury

 

"Everybody Digs Bill Evans" – Bill Evans

 

"Combat Rock" – THE CLASH

 

"Peace & Harmony" – THE HEPTONES

 

"The Good, The Bad and The Queen" – THE GOOD, THE BAD AND THE QUEEN

 

"The Last Post" – CARBON/SILICON

 

"Fegmania!" – Robyn Hitchcock & The Egyptians

 

"The Threepenny Opera" – Kurt Weill

 

"New Values" – Iggy Pop

 

"Frank’s Wild Years" – Tom Waits

 

"Nebraska" – Bruce Springsteen

 

"Musique De La Grece Antique" – Atrium Musicae De Madrid Gregorio Paniagua

 

"Le Noise" – Neil Young

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Butch Vig: renomado produtor escolhe disco do The Who como o álbum definitivo que mudou a sua vida

September 29, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead