Metallica: "das bandas de Seattle, Alice in Chains é a mais atemporal de todas"

August 4, 2020

 

O vocalista/guitarrista do METALLICA, James Hetfield, foi entrevistado pela revista Revolver e dentre vários assuntos, ele citou o falecido vocalista original do ALICE IN CHAINS, Layne Staley.

 

Seguem alguns trechos:

 

"Eu não era muito próximo de Layne, mas lembro de ver os shows do ALICE IN CHAINS muitas vezes. Me lembro de quando estávamos em Los Angeles no ano de 1991, gravando o nosso disco 'The Black Album', quando num dia eu resolvi sair mais cedo do estúdio para vê-los tocar na turnê 'Clash of The Titans' junto com o SLAYER". 

 

"Eu estava atrasado e dirigindo como um louco numa van alugada, subindo no meio fio das calçadas e assustando um amigo meu que estava comigo. Eu só dizia para ele: 'Temos que chegar lá, cara!' E quando chegamos, eles já estavam finalizando a apresentação. Eu fiquei, tipo: 'Ah, merda!'"

 

"Eu saí um pouco com eles naquela noite e sempre amei a música deles. Diria que Jerry Cantrell (guitarrista do ALICE IN CHAINS) e eu compartilhamos algumas experiências de vida, como ter uma segunda chance na vida e perceber como as coisas podem ser legais. Então, temos um tipo de 'parentesco' de uma certa forma e ainda amo vê-los tocar e adoro ouvir as músicas deles".

 

"Essas músicas são incríveis e devem ser ouvidas, sabe? Eles eram únicos e tão à frente do seu tempo. E de todas as bandas de Seattle, ALICE IN CHAINS é o grupo mais atemporal de todos..." 

 

"Infelizmente, Layne simplesmente amou demais as drogas, cara, e foi isso... Estava recentemente escutando ALICE IN CHAINS e acabei de ler nas letras dele a sua obsessão por isso, e ele sabia para onde estava indo! É como dirigir, tipo, você está olhando para onde tem que ir e ao que parece, era isso que ele estava fazendo também".

 

Lembrando que Hetfield concluiu recentemente a sua reabilitação por dependência de álcool, onde ele se internou pela primeira vez em quase 20 anos.

 

Aproveitando, Jerry Cantrell foi entrevistado pela revista Metal Hammer e citou o frontman do METALLICA. Hetfield se juntou ao ALICE IN CHAINS em 2005 e 2006, quando a banda grunge havia retornado do seu hiato com alguns vocalistas convidados para cantar as músicas.

 

Cantrell falou: “O que faz de James Hetfield um grande líder é a sua presença física. Ninguém mais comanda o mesmo tipo de respeito e atenção sem ser egoísta ou egocêntrico. Ele é tudo sobre música, tudo sobre diversão, celebração e a conexão com os fãs. E para mim, é realmente uma coisa inspiradora. Especialmente porque ele faz isso e está no topo do seu jogo há tanto tempo, e ele continua buscando um significado mais profundo para as suas coisas".

 

Cantrell finalizou: "Ele pegou uma coisa underground e levou para todo o mundo. METALLICA é uma coisa enorme para mim e para qualquer banda de hard rock ou metal. Ele entrará na história como um ícone do rock? Ele já é, cara... Ele é um dos padrinhos do rock".

 

Confira a performance do ALICE IN CHAINS em 2006, com James Hetfield levando os vocais na clássica música "Would" (3º trabalho de estúdio, "Dirt", 1992):

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Butch Vig: renomado produtor escolhe disco do The Who como o álbum definitivo que mudou a sua vida

September 29, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead