The Who: "vamos deixar uma ferida" sobre apresentação no Monterey Pop Festival em 1967

July 27, 2020

 

Em 1967, o grupo britânico THE WHO era uma das bandas mais importantes do planeta e sua performance na única edição do Monterey Pop Festival fez com que o mundo se apaixonasse mais pelo mundo que Pete Townshend (guitarrista), Roger Daltrey (vocalista), John Entwistle (baixista) e Keith Moon (baterista) tinham criado.

 

Apesar de já ser um grande nome no Reino Unido, o Monterey Pop Festival marcaria a grande chegada do THE WHO aos EUA, onde eles fizeram alguns shows em New York alguns meses antes. Eles podem ter feito um "estrago" nos EUA antes, mas nada na mesma escala que essa apresentação no festival. 

 

Este show levaria o THE WHO ao mainstream americano.

 

Durante a estada de Jimi Hendrix na Inglaterra, ele e o THE WHO tocaram juntos em algumas ocasiões e ficaram tão impressionados com o desempenho um do outro que nenhum dos dois queria se apresentar um após o outro no festival, por medo de perderem o "brilho" com a performance do outro. Em vez disso, eles decidiram jogar a sorte na moeda, com o THE WHO ganhando o direito de se apresentar antes de Jimi Hendrix - e se tivesse alguém que poderia se apresentar após o THE WHO, só poderia ser Jimi Hendrix mesmo!

 

Townshend havia dito numa entrevista para a revista Ultimate Classic Rock: "Eu ouvi Roger Daltrey falando sobre o nosso encontro com Jimi Hendrix no camarim, pouco antes da nossa apresentação, dizendo que estávamos todos numa jam session, mas aquilo não foi uma jam session, sabe? Era apenas Jimi Hendrix em pé numa cadeira tocando para nós". 

 

Já que os artistas estavam num impasse, eles teriam que resolver a coisa à moda antiga e tiraram a sorte na moeda. THE WHO venceu a aposta e teria a primeira oportunidade de entregar o seu lado mais cruel do rock.

 

A passagem do THE WHO pelo festival ficaria marcado nos livros da história, depois que eles deixaram a platéia americana atordoada com a versão empolgante da música "My Generation", com Pete Townshend quebrando a sua guitarra contra os amplificadores e caixas de som. Isso foi seguido por bombas de fumaça explodindo atrás dos amplificadores, enquanto a assustada equipe do festival corria para o palco para retirar de cena os seus caros microfones.

 

No final do caos, o baterista Keith Moon chutou a sua bateria quando a banda saiu do palco. No entanto, a multidão já sabia o que eles estavam fazendo desde o começo...

 

Eles começaram o show de maneira mais enfática com uma versão arrasadora da canção "Substitute", que deu início à apresentação do THE WHO ao público americano em perfeito estilo. Townshend era imparável na guitarra, determinado e direto como sempre, enquanto Moon brilhava na bateria como um louco (no bom sentido).

 

Townshend revelou mais tarde que ele disse aos seus colegas de banda para "deixarem uma ferida" nos EUA com a apresentação deles - que foi exatamente o que eles fizeram.

 

Se as dezenas de milhares de pessoas presentes ainda não estavam totalmente cientes da fama do THE WHO ou ainda não estavam convencidas sobre eles, isso mudou logo após os acordes de abertura da canção "Substitute".

 

Foi neste festival que deu início aos mais de 50 anos de reinado supremo do THE WHO nos EUA, como uma das bandas mais queridas dos dois lados do Atlântico. 

 

Confira a performance do THE WHO no Monterey Pop Festival em 1967, com a música "Substitute":

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Pearl Jam: resenha das músicas de PJ20 pelo próprio diretor do documentário - Parte 2 (última)

August 10, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead