• by Brunelson

Stone Temple Pilots: baixista perguntado sobre a demissão de Scott Weiland


O baixista do STONE TEMPLE PILOTS, Robert DeLeo, refletiu sobre a decisão da banda em demitir o falecido vocalista, Scott Weiland, em fevereiro de 2013.


Em uma nova entrevista para o site My Planet Rocks, DeLeo também disse que na época Weiland realmente não tinha entendido que havia sido demitido.


Seguem alguns trechos:


Jornalista: Em que momento você percebeu que simplesmente não podia mais funcionar com Scott Weiland na banda?


DeLeo: Bem, acho que é muito difícil de colocar em palavras... Realmente, as coisas chegaram a este ponto e foi uma decisão difícil.



Jornalista: Foi uma decisão de vocês 03 da banda ou um de vocês chegou e disse: “Vamos lá pessoal?”


DeLeo: Foi uma coisa em construção que vinha acontecendo e uma das coisas mais difíceis que já tivemos que fazer. Não foi uma decisão fácil.



Jornalista: Será que Scott poderia entender a situação, porque eu tenho certeza que na hora certa vocês falaram para ele: “Olha, todas essas coisas vieram acontecendo e etc..."


DeLeo: Eu não acho que ele tenha entendido...



Jornalista: Então, entrou por um ouvido e saiu pelo outro?


DeLeo: Sim, ele nunca entendeu, nunca entendeu, cara...



Jornalista: Se tornou um grande problema...


DeLeo: Sim, você sabe, eu acho que isso vai para assuntos mais profundos e internos de uma pessoa, que envolve problemas mentais, terapia e todas essas coisas que fizemos para tentar manter a banda unida. Acontece, é por isso que fizeram aquele programa Behind The Music, porque é um modelo do que fazer e do que não fazer no ramo musical. Eu tive essas conversas com Robby Krieger, guitarrista do THE DOORS.



Jornalista: Bem, Robby sabe das coisas...


DeLeo: Sim, ele sabe, ele sabe...

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead