• by Brunelson

Dave Grohl: falando sobre o 1º show punk que assistiu


O vocalista/guitarrista do FOO FIGHTERS e baterista do NIRVANA, Dave Grohl, revelou recentemente como um show da banda NAKED RAYGUN - que ele viu no clube Cubby Bear, em Chicago, no verão de 1983 - foi embaraçosamente similar ao sentimento de perder a sua virgindade.


Em entrevista para a revista Kerrang, ele falou: “O 1º show que eu vi e que me fez querer tocar em uma banda, foi num clube de punk rock em Chicago, no ano de 1983. Eu fui a esse clube com minha prima, Tracy, quando a minha família estava visitando nossos parentes".


"Tracy era alguns anos mais velha do que eu. Um dia, nós fomos para Chicago, abrimos a porta do carro na frente da casa de Tracy, e ela desce os degraus e ela é uma punk! Eu só tinha visto punks na televisão! Ela tinha a cabeça raspada, estava usando jeans rasgados e uma coleira de cachorro. Naquela noite, ela ia ver uma banda num clube chamado Cubby Bear".


"Foi com essa banda, NAKED RAYGUN, e com outro grupo que abriu para eles naquela noite, RIGHTS OF THE ACCUSED, que eu vi o meu 1º show. Eu nunca tinha visto uma banda ao vivo e estava naquele pequeno clube com, talvez, 60 ou 70 pessoas, e acho que eu tinha uns 13 anos, cercado de moicanos e jaquetas de couro, com pessoas cuspindo e mergulhando do palco".


"NAKED RAYGUN era uma banda incrivelmente poderosa, mas tão simplista e barulhenta, mas ao mesmo tempo, inteligente e artística... Apenas me surpreendeu".


“Eu tocava guitarra há alguns anos e estava em uma banda de bairro que fazia covers, mas eu nunca imaginei que poderia ter uma banda de verdade onde iríamos compor músicas, porque eu não era tão talentoso assim como músico, mas vendo essas bandas de punk rock, eu pensei: 'Oh, meu Deus, com certeza eu também poderia fazer isso!'"


"A energia, vibração e a atmosfera de uma rebelião total e alegre, foi o que realmente me fisgou. A energia e a experiência que eu tive naquela noite, eu meio que usei como base ou baseei todo o resto daquela noite em diante na minha vida. Se eu for assistir o show de uma banda numa arena gigantesca, com uma produção gigante, lasers, telas de vídeo e explosões, eu ainda me baseio na energia que tive naquela noite. Foi como perder a virgindade, exceto que foi bom!"

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead