Foo Fighters: "a fita que gravei? Nem era para ser um álbum", sobre o 1º disco da banda

April 17, 2019

Durante uma recente entrevista para o site Live Nation, Dave Grohl comparou a gravação do 1º álbum do FOO FIGHTERS (homônimo, 1995) a um "exorcismo", após a morte trágica de Kurt Cobain.

 

“O primeiro disco do FOO FIGHTERS não deveria ser um álbum, sabe? Foi uma espécie de experiência ou quase como um exorcismo, tipo, como se eu não tivesse feito nada depois que Kurt morreu e tinha que fazer algo". 

 

"Mas finalmente 'acordei' e pensei: 'Eu tenho que ir gravar alguma coisa'. Fui a um estúdio que ficava na rua da minha casa, reservei 06 dias - o que foi para mim uma eternidade - e acabei as gravações com 14 músicas em que toquei todos os instrumentos e não queria que as pessoas soubessem que era eu tocando. Então, pensei que chamaria isso de FOO FIGHTERS porque soava no plural e parecia muito estúpido".

 

"Eu pensei que as pessoas iria dizer: 'FOO FIGHTERS? Quem são eles?' Fiz uma centena de fitas cassete e entreguei a um grupo de pessoas, sendo que logo depois as gravadoras começaram a me ligar dizendo: 'Hey, nós queremos lançar o seu álbum' e eu pensava, tipo: 'A fita que gravei? Isso nem é para ser um álbum'".

 

"O meu advogado me ligou e disse que não, não era para aceitar, porque eu havia pagado sozinho todos os custos e as diárias do estúdio. Foi quando ele me disse que eu deveria começar a minha própria gravadora e que seria o proprietário dela. Eu poderia licenciá-la para outra gravadora fabricar e distribuir o disco, para que em seguida recebesse tudo de volta e foi o que eu fiz".

 

Confira o áudio de estúdio da canção "Good Grief", lançada neste álbum de estreia do FOO FIGHTERS:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Queens of The Stone Age: álbuns estão sendo relançados em vinil; fãs comentam

December 8, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead