• by Brunelson

Nirvana: baterista do Metallica entrevista Joan Jett sobre performance de reunião


O baterista do METALLICA, Lars Ulrich, possui um programa de rádio e entrevistou Joan Jett, lhe perguntando sobre as suas performances nos shows de reunião do NIRVANA. Ulrich parecia impressionado com as performances e chamou a canção "Smells Like Teen Spirit" "do maior hino musical nos últimos 25 anos".


Seguem alguns trechos dessa entrevista:


Lars Ulrich: Falando do especial extra no Rock and Roll Hall of Fame em 2014... NIRVANA está sendo introduzido e você canta com eles um dos maiores hinos da história do rock.


Joan Jett: Sim.



Lars Ulrich: Esse é um subtexto de todo o episódio. O maior hino musical dos últimos 25 anos, a música "Smells Like Teen Spirit".


Joan Jett: Sim.



Lars Ulrich: Então, é a 1ª vez que os três membros sobreviventes do NIRVANA se reúnem para tocar as velhas canções e incluem você no line-up... A sua amizade com Pat Smear vem desde os tempos que ele era guitarrista do THE GERMS.


Joan Jett: Sim.



Lars Ulrich: E a primeira vez que eles tocam juntos desde a morte prematura de Kurt. Você está cantando "Smells Like Teen Spirit"! Você tem que me explicar como isso aconteceu, o que está passa pela sua cabeça enquanto isso acontece? Eu preciso saber mais sobre essa coisa em particular, é incrível!


Joan Jett: Estou tentando lembrar como eles me perguntaram, porque o pensamento real disso tudo era uma coisa petrificadora, certo?



Lars Ulrich: Eu só posso imaginar.


Joan Jett: Você pode imaginar? Mas como você pode dizer não?



Lars Ulrich: Claro.


Joan Jett: Você não pode.



Lars Ulrich: É como se ousasse?


Joan Jett: É um desafio, foi um desafio total. Mas você tem que fazer isso, você sabe. Você tem que... Apenas esperar que os deuses do rock and roll estejam com você naquela noite, sabe?



Lars Ulrich: E eles estavam.


Joan Jett: De qualquer maneira, eu era uma grande fã e conhecia a música muito bem. Eu não sabia toca-la na guitarra, tive que aprender e cantar ao mesmo tempo.



Lars Ulrich: Foi a primeira vez que você tocou com os outros três caras na passagem de som naquele dia ou no dia anterior? Você quis ensaiar em algum lugar na semana anterior? Quero dizer, quais foram os detalhes disso?



Joan Jett: Não, eu acredito que fizemos a passagem de som no dia, o que quer que seja. No dia anterior, não sei...



Lars Ulrich: Qual foi a reação dos outros caras que não tocavam essa música desde, o quê? 1994? Então, quase 25 anos depois, qual foi a reação?


Joan Jett: Eles pareciam estar satisfeitos que nós passamos por isso, sabe? Eu não sei... Eu estava tão concentrada no que estava fazendo.



Lars Ulrich: Como um fã seu e fã deles, como fã de música, quero dizer que soa como se fosse um daqueles momentos em que você senta lá e sai como se aquilo realmente tivesse acontecido. Eu só estou tentando descobrir o que...


Joan Jett: Todos estávamos sorrindo de orelha a orelha. Eu lembro de olhar para Pat, ele tinha um grande sorriso no rosto. Quando eu olhei para Dave, tudo que você podia ver era o cabelo, certo?



Lars Ulrich: Claro.


Joan Jett: Um sorriso também, mas ele estava detonando... E Krist tinha um grande sorriso no rosto. Então, se você pode julgar a partir disso, acho que... Sim, tudo isso foi esmagador e apenas alucinante.



Lars Ulrich: Louco.


Joan Jett: É incrível pensar que, sim, é como se o desafio continuasse a ser mais ousado.



Lars Ulrich: E aí, vocês levaram a festa do Hall of Fame para algum clube em algum lugar depois, com uma apresentação secreta do NIRVANA.


Joan Jett: Ah sim, com certeza fizemos. Toquei com eles mais umas 08 ou 06 músicas.Todos tocaram com a banda uma certa quantidade de músicas e havia artistas talentosos que se revezaram nos vocais.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead