• by Brunelson

Smashing Pumpkins: Corgan reage às pessoas que saíram do show mais cedo


Abaixo está um trecho da resenha feita pelo site Break the Fourth's, referente ao show do SMASHING PUMPKINS em Louisville/EUA, Sábado passado (21/07/18):


Dos meus comentários, você pode obviamente dizer que eu amei a noite e sou certamente um fã do SMASHING PUMPKINS. No entanto, seria negligente se eu não fizesse comentários sobre o clima do show... A arena estava quase lotada e infelizmente, algumas pessoas decidiram sair antes do show acabar. Perto do final, Billy Corgan (frontman) agradeceu a todos por terem vindo e até agradeceu aos que estavam saindo mais cedo. Obviamente, Billy cresceu desde os seus dias como superstar, onde ele poderia ter dito algumas palavras de escolha para os que saíram mais cedo ou ter resolvido ir embora do palco.


Ele e o resto da banda fizeram um show perfeito, banhado no prisma dos anos 90.


Como um fã da banda há 28 anos, é realmente triste ver uma quantidade de pessoas saindo antes do término. Pensar que uma banda - e em muitos casos uma banda que amamos - colocaria os seus corações na criação de um show de 03 horas, apenas para que algumas pessoas saíssem mais cedo, é uma vergonha. Espero que até os fãs casuais se comprometam a ficar até o final do espetáculo daqui em diante, porque é uma experiência verdadeiramente inesquecível.



O jornal LeoWeekly também fez uma resenha do show em Louisville. Seguem alguns trechos:


Depois de um período de 03 horas, não se pode deixar de imaginar como o grupo se manteve em sintonia com músicas tão sofisticadas. A voz de Corgan não vacilou em nenhum momento e depois de 31 músicas, apenas um fã obstinado do álbum de raridades e sobras de estúdio do SMASHING PUMPKINS, "Pisces Iscariot" (1994) - pela grande maioria esquecido de sua discografia - poderia ter desejado mais.



O jornal AJC também fez uma resenha sobre o show realizado em Atlanta/EUA, Domingo passado (22/07/18):


Com os ingressos mais caros chegando a U$ 100,00 dólares, a muito esperada turnê de reunião com os membros originais - somente a baixista D’arcy Wretzky não está fazendo parte - a turnê de reencontro do SMASHING PUMPKINS (desde 2000 separados), contou com um público de 40 e 50 anos ansiosos por alguma saudade dos anos 90.


E os membros fundadores - Billy Corgan (vocalista/guitarrista), Jimmy Chamberlin (baterista) e James Iha (guitarrista) - não decepcionaram os fãs na noite de Domingo na Infinite Energy Arena, tocando músicas dos 05 primeiros álbuns de estúdio: “Gish” (1991), “Siamese Dream” (1993), “Mellon Collie and The Infinite Sadness” (1995), "Adore" (1998) e "Machina The Machines of God" (2000).


As turnês de legado podem ser difíceis de serem realizadas e a banda alternativa mais conhecida pelos sucessos de canções como, "Zero", "Today" e "Bullet With Butterfly Wings", obteve uma arena com mais de 3/4 da ocupação cheia.



A turnê americana vai até Setembro. Em Outubro, a banda segue a turnê pela Europa.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead