• by Brunelson

Dave Grohl: "eu não escuto mais os álbuns do Nirvana"


Nirvana

O frontman do FOO FIGHTERS e ex-baterista do NIRVANA, Dave Grohl, falou sobre Kurt Cobain em uma nova entrevista para a revista britânica GQ.


“Para mim, o NIRVANA foi uma revolução pessoal, sabe? Eu tinha somente 21 anos, cara... Você se lembra de quando tinha 21 anos? Você acha que sabe tudo, mas na verdade você não sabe de nada ainda. Eu pensava que sabia tudo e estar no NIRVANA me mostrou o quão pouco eu realmente sabia das coisas".


"Estar no NIRVANA foi um dos picos máximos em toda a minha vida, mas também foi um dos mais baixos. Toda a experiência que passei na banda foi uma base sobre como deveria sobreviver".


"Durante anos, depois que Kurt morreu, eu não conseguia escutar nenhuma música do NIRVANA, sabe? Pelo menos nos 06 primeiros meses, eu não escutava sequer nenhum tipo de música. Quando Kurt morreu, toda vez que a rádio tocava uma canção do NIRVANA, partia o meu coração. Eu não coloco os álbuns do NIRVANA para tocar, sabe? Embora eles estejam sempre em algum lugar que eu vá, tipo, eu entro no carro, e começa a tocar na rádio. Eu vou a uma loja de discos, e eles estão todos lá... Para mim, é muito pessoal".


"Eu me lembro de tudo sobre os álbuns que lançamos. Eu me lembro da bermuda que estava usando em tal gravação ou que nevou naquele tal dia. Ainda assim, a minha mente volta e encontra novos significados para as letras de Kurt. Não é uma coisa revisionista, mas há momentos em que isso me atinge e penso, tipo: 'Nossa, eu não percebi que ele estava se sentindo assim na época'".


Confira a performance do NIRVANA no programa de TV americano Saturday Night Live em 1993. A música se chama "Rape Me" e foi lançada no último álbum de estúdio em 1993, "In Utero" (4º trabalho de estúdio):

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques