• by Brunelson

Nirvana: “Kurt tinha condições de puxar o gatilho chapado de heroína”


A baterista do HOLE, Patty Schemel, reagiu às teorias de conspiração sobre o assassinato de Kurt Cobain em seu novo livro autobiográfico, “Hit So Hard”.


"Logo depois do falecimento de Kurt, todos nós seguimos os nossos caminhos para tentar entender o que aconteceu e em particular, para cada um de nós, também descobrir como iríamos prosseguir. Escutamos comentários sobre a teoria de conspiração de que Kurt foi assassinado e que nunca poderia injetar a quantidade de heroína que ele tinha em seu corpo - e ainda ter consciência em puxar o gatilho da arma”.


“De fato, eu sabia que ele poderia sim e regularmente Kurt conseguia fazer coisas chapado de heroína. Ele sempre ‘empurrava’ o seu vício até onde podia só para ver do que era capaz. Sim, ele poderia ser divertido e às vezes eu o via cheio de alegria - especialmente quando ele estava com a sua filha, Frances - mas Kurt também estava clinicamente deprimido e sentiu claramente que não conseguia parar de usar heroína. Ele havia passado por muitas overdoses na sua vida e Kurt já tinha tentado se matar 01 mês antes do ocorrido".

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead