• Estácio S. Filho

Nirvana: a dica de Kurt Cobain para usuários de drogas


O jornal Seattle Times postou um artigo sobre o novo livro autobiográfico da baterista do HOLE, Patty Schemel. Confira:


A parte mais triste do livro de Schemel é quando ela fala do seu uso de drogas e se movendo lentamente para o centro do palco para a realização dos shows. Ela não pegou dicas de composições com o ex-frontman do NIRVANA, Kurt Cobain, mas aprendeu com ele como ganhar mais sedativos ao passar pela desintoxicação. As dicas para viagens incluem observações como: “Eu simplesmente carregava uma seringa pré-carregada no meu bolso para que eu pudesse usar no avião". Relações comerciais e amizades ficaram no meio do caminho, mas como poderia ser de outra forma? Schemel deixou claro que o seu relacionamento principal era sempre com substâncias ilícitas, como evidenciado pelos títulos de alguns capítulos em seu livro: "Como comprar drogas em New York" e "A arte da desintoxicação em 04 dias".


Schemel também falou em entrevista sobre o seu vício:


"Os meus pais eram alcoólatras, então fiquei predisposta ao alcoolismo. Quando uma criança começa a se sentir estranha, desajeitada e gay, descobri a bateria e ela foi a minha 1ª droga, sabe? Então, eu tomei a minha primeira bebida aos 12 anos de idade e senti quando ela atingiu o meu corpo. Nunca pensei que isso me levaria a usar heroína algum dia, mas uma droga leva a outra, certo? Em 1º lugar, a heroína é como um cobertor ou como a sua mãe lhe abraçando quando somos crianças... Mas a felicidade é temporária e se torna sombria rapidamente, e é quando você percebe que possui uma ‘perseguição’ para voltar àquele sentimento novamente".


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead