• by Brunelson

Rage Against The Machine: se for eleita, irão se apresentar no Hall of Fame/2018?


RAGE AGAINST THE MACHINE foi anunciado recentemente como um dos candidatos para indução ao Rock and Roll Hall of Fame em seu 1º ano de elegibilidade. A classe de 2018 será anunciada em Dezembro/2017 e apesar de terem lançados somente 04 álbuns de estúdio – sendo 01 só de covers - a banda é indubitavelmente merecedora da indução.

RAGE AGAINST THE MACHINE é parcialmente responsável pela explosão do rapcore no final dos anos 90 e início dos anos 2000, com bandas como LIMP BIZKIT, LINKIN PARK e DEFTONES - onde mais tarde essas 02 últimas desencadearam o new metal.

Enquanto bandas como o PEARL JAM, NIRVANA e ALICE IN CHAINS foram altamente influentes quando o assunto se tratava de grupos pós-grunge, o RAGE AGAINST THE MACHINE ajudou a formar um subgênero do rock que continua a respirar até hoje. Se você é um fã de todas as bandas que eles influenciaram ou não, independente disso eles definitivamente deixaram um grande impacto.

RAGE AGAINST THE MACHINE originalmente encerrou as suas atividades em 2000 - dando origem logo na sequência ao AUDIOSLAVE - mas a banda mais tarde se reuniu para várias apresentações e turnês entre 2007 a 2011. Apesar da esperança de alguns membros do grupo em gravar material novo, infelizmente isso nunca aconteceu e o RAGE AGAINST THE MACHINE se separou novamente após a apresentação no LA Rising Festival em Julho/2011, na sua cidade natal, Los Angeles.

Os 04 membros fundadores tomaram caminhos separados, até Tom Morello (guitarrista), Tim Commerford (baixista) e Brad Wilk (baterista) se reunirem para formarem o PROPHETS OF RAGE em 2016, com Chuck D (do PUBLIC ENEMY) e B-Real (do CYPRESS HILL) como vocalistas.

Zack de La Rocha lançou uma nova música em 2016 chamada "Digging for Windows", mas o seu álbum solo de estreia continua sendo uma lenda.

PROPHETS OF RAGE lançou o seu álbum de estréia em 2017 e a insinuação em entrevistas foi que a banda se formou porque Zack de La Rocha não estava disposto a continuar com o RAGE AGAINST THE MACHINE.

Poderia haver uma chance do RAGE AGAINST THE MACHINE se reunir para uma performance única no Rock and Roll Hall of Fame/2018, já que, apesar da falta de novas músicas e álbuns, Zack de La Rocha fez aparições esporádicas como convidado especial por outras bandas e artistas nos últimos anos - e ele não perdeu uma vírgula da sua performance.

Os seus ex-companheiros de banda não têm nada a fazer, além de elogiá-lo em entrevistas e mencionando que falaram com Zack para receber a sua benção antes de decidirem formar o PROPHETS OF RAGE. Enquanto um novo material e uma turnê de reunião não pareçam realistas em um futuro próximo, o RAGE AGAINST THE MACHINE se reunindo por apenas 01 noite na cerimônia do Hall of Fame para homenagear o seu legado parece ser uma possibilidade definitiva, com os 04 membros ainda vivos e no topo de suas carreiras como músicos.

Brad Wilk havia dito em uma entrevista lá em 2016: "Todos nós fazemos coisas separadas. Quando o PROPHETS OF RAGE surgiu, é claro que gostaríamos que Zack fizesse parte disto, mas ele estava trabalhando em seu próprio álbum solo e fazendo o seu próprio bem. Eu amo Zack como um ser humano e como amigo, e ele é um amigo para mim antes de tudo, sabe? A idéia de tocar com ele sempre esteve viva... A porta estará sempre aberta para isso".

Ele acrescentou: "Estou aberto a fazer qualquer coisa com Zack a qualquer momento..., eu amo o cara, sabe? Eu acho ele um ser humano incrivelmente talentoso".

Então, Zack? As cartas estão (sempre esteve) com você...

Confira o vídeo clipe da música "Bulls on Parade", lançada no 2º álbum de estúdio do RAGE AGAINST THE MACHINE, "Evil Empire" (1996):

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead