• by Brunelson

Audioslave: “as letras de Cornell eram lindas e poéticas”


O guitarrista do AUDIOSLAVE, Tom Morello, foi entrevistado pelo site Red Bulletin e falou sobre o seu amigo falecido e ex-vocalista de banda, Chris Cornell:

"Eu tenho 02 memórias que vou compartilhar com você. Em Janeiro desse ano, na última vez que vi Chris, fizemos o 1º show do AUDIOSLAVE em 12 anos na cidade de Los Angeles e foi muito bom revê-lo. Ele é um dos mais poderosos deuses do rock de todos os tempos e parecia ótimo cantando com ferocidade e beleza. Ele estava com aquele sorriso adorável e gentil, e foi ótimo sair com ele nos bastidores. As suas últimas palavras para mim foram: ‘Foi um grande momento, cara. Vamos fazer isso de novo, ok? É só me avisar’. E foi assim..., foi lindo”.

"Muitas das homenagens a Chris foram sobre o grande vocalista que ele era, um cara simpático, um bom pai e uma pessoa sincera. Mas eu acho que, ao meu ver, o que às vezes não é reconhecido é que o seu brilho e poder criativo veio do lado mais sombrio da sua mente. Os seus conflitos eram a raiz da sua grandeza, uma parte que eventualmente acabou sendo a sua destruição”.

"Mas ele conseguiu se expressar... Leia as letras de Chris Cornell que você irá notar como são lindas e poéticas. Ele conseguiu falar com milhões de pessoas ao redor do planeta, sabe? Então, enquanto os elogios são sobre o grande cara que ele foi, era a caixa escura que ele acessou e que expôs a parte sombria de si mesmo que também temos que nos lembrar - como uma carruagem de relâmpagos - para fazer um dos melhores rock’n roll de todos os tempos. Somos abençoados por termos 52 anos da sua vivência".

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques