• by Brunelson

Grunge: TOP 05 melhores músicas que abrem um álbum


Você conhece esse sentimento. Você coloca um álbum e a música começa... Imediatamente você se torna amarrado em um assalto sônico que mais parece um passeio de montanha-russa, destinado para a felicidade musical.


Álbuns por definição são uma coleção de músicas, mas a canção de abertura de um disco é uma parte vital. O primeiro segundo de quando os seus sentidos são superados, muitas vezes pode definir o cenário para o que está por vir.


Se você olhar de perto em todos os grandes álbuns, eles quase exclusivamente têm uma coisa em comum: a música de abertura é uma potência. É o soco inicial no intestino que deixa você querendo mais.


Portanto, aqui estão os TOP 05 das melhores músicas que abrem os álbuns do grunge.



5) Música: “All My Life”

Banda: FOO FIGHTERS

Álbum: “One by One” (4º disco, 2002)


Enquanto que alguns fãs podem falar que a canção "Everlong" é a música definitiva do FOO FIGHTERS, respeitosamente eu discordo. A canção que abre o álbum “One by One”, "All My Life", empurrou o FOO FIGHTERS para novas alturas críticas e comerciais. Alcançando o nº 1 no ranking da Billboard, essa música foi um sucesso absoluto nas rádios e na MTV. O riff de abertura da guitarra é um dos riffs mais instantaneamente reconhecíveis do rock, enquanto que a junção da fúria de fogo dos instrumentos torna quase impossível não ficar balançando a cabeça durante a sua audição.


4) Música: “Go”

Banda: PEARL JAM

Álbum: “Versus” (2º disco, 1993)


O que mais dizer sobre essa canção, de tudo o que já foi discutido em fóruns e rodas de amigos? Sendo uma das melhores músicas do PEARL JAM, ela abre o álbum mais quebraceira de sua discografia com o pináculo criativo do ex-baterista, Dave Abbruzzese, junto com toda a banda. O talento de Eddie Vedder como vocalista fica em exibição durante toda a canção, sendo que esse disco representa o PEARL JAM no topo absoluto da sua “brincadeira”. "Go" não só define o campo por onde você irá pisar durante a audição do álbum, mas também mostra que o PEARL JAM foi mais do que capaz em criar outro álbum inesquecível.



3) Música: “Them Bones”

Banda: ALICE IN CHAINS

Álbum: “Dirt” (3º registro, 1992)


Esse álbum definiu o melhor período do ALICE IN CHAINS. É notável como a banda foi capaz de tomar temas como desespero, depressão, abuso de drogas e morte, e ainda torná-los tão surpreendentes. O disco é uma viagem para os aspectos mais escuros da condição humana, onde a canção que abre o disco, "Them Bones", nos toca em quase todos estes aspectos. Uma das melhores composições do guitarrista Jerry Cantrell, apresentando um som explosivo através de uma guitarra “dropada”, com um solo super rápido, além do absoluto domínio vocal do falecido Layne Staley, esse clássico do grunge não é somente uma grande música para abrir um álbum, mas também, uma das melhores canções do ALICE IN CHAINS até hoje.


2) Música: “Dead and Bloated”

Banda: STONE TEMPLE PILOTS

Álbum: “Core” (1º disco, 1992)


O STONE TEMPLE PILOTS pode ter aparecido um pouco tarde no cenário grunge (esse álbum foi lançado em Setembro), mas não se enganem, eles foram mais do que merecedores para se colocarem como um dos titãs do gênero. A canção que abre o seu álbum de estreia, "Dead and Bloated", é excruciante e tenebrosa, mas apresenta uma certa levada que internamente lhe empurra para todos os lados. A introdução a capela do vocalista Scott Weiland com o seu megafone de confiança, é simplesmente lendária. O STONE TEMPLE PILOTS sempre abriu (menos no 3º disco) todos os seus álbuns com músicas muito fortes, mas ninguém se manteve mais forte - ou mais cativante - do que esta canção.



1) Música: “Smells Like Teen Spirit”

Banda: NIRVANA

Álbum: “Nevermind” (2º disco, 1991)


"Smells Like Teen Spirit" é o som de uma geração, ponto final. Esta canção não é só o modelo para o que soaria o resto do clássico álbum “Nevermind”, mas também para a cena da música alternativa dos anos 90 como um todo. É a obra-prima do vocalista/guitarrista, Kurt Cobain, com a introdução sendo regida por uma guitarra limpa, cedendo lugar ao perfeito ataque balístico que vem de um som explosivo de uma banda completa. Com o seu icônico solo de guitarra, bem como uma melodia inacreditavelmente cativante apresentando letras memoráveis, essa música ainda será muito falada, mesmo depois de todos nós termos ido embora dessa vida.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead