• by Brunelson

Matt Cameron: “quando o grunge estourou, eu fiquei feliz que o rock estava melhor”.

O baterista das bandas SOUNDGARDEN, TEMPLE OF THE DOG e do PEARL JAM, Matt Cameron, foi entrevistado recentemente pelo site The Trap Set, e falou sobre os negócios do SOUNDGARDEN.


Segue somente alguns trechos dessa entrevista:


"Em certo sentido, os negócios no ramo musical meio que geram um pequeno turbilhão em nossas vidas, porque você sempre tem que continuar criando e produzindo, sabe? Você tem que manter essa bola em movimento, porque de repente, você tem um monte de gente que está fazendo dinheiro com o seu produto/negócios. Torna-se uma máquina, uma vez que se torne bem sucedida... Eu acho que estas pressões foram inerentes e sentidas por todos nós da banda".


"Eu não penso nisso como um domínio criativo, mas penso como um domínio de performance, com certeza. Isso é definitivamente uma parte do seu domínio criativo, onde você tem que dominar a sua performance e desenvolvimento tão bem quanto. É aí que o fator de subsistência vem para todos nós, pois é assim que fazemos o nosso dinheiro hoje em dia”.


“Houve um ‘furacão’ que ligou todas aquelas bandas de Seattle nos anos 80 e início dos anos 90. Era apenas a nossa cena musical se tornando realmente grande e poderosa. Todas as bandas de Seattle começaram a ter sucesso comercial, então, isso nos deu um pouco mais de influência na indústria da música".


"Quando o grunge estourou, eu fiquei feliz que o rock estava ficando melhor. O dinheiro realmente não traz a felicidade eterna, mas eu adorava a sensação de poder comprar um belo carro. Eu lembro de ter amado esse novo sentimento em mim... Eu havia acabado de voltar de uma turnê com o SOUNDGARDEN e tinha dinheiro suficiente para comprar um carro BMW, se quisesse”.


“Eu sempre odiei pagar aluguel, então, eu me via na capacidade de comprar uma casa. Se houvesse um objetivo naqueles dias, era para nunca mais pagar a porra do aluguel. Aquilo foi ótimo, fantástico! Eu também consegui pagar o dinheiro que havia pego emprestado da minha mãe e aquilo foi muito bom de se fazer".


Depois, Matt Cameron foi perguntado sobre a reunião do SOUNDGARDEN no começo dessa década e se a banda pensava que eles deveriam voltar a tocar juntos para ganhar mais dinheiro.


Ele finalizou: "Bastante dinheiro... (risos), mas falando sério, sim, é basicamente isso. Nos reunimos para falar sobre..., eu não sei..., merchandising ou algo parecido, sabe? Para tentar vender algumas camisas... Começamos a conversar sobre algumas questões e decidimos tentar dar outra chance para o SOUNDGARDEN".

Matt Cameron

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques