Temple of The Dog: como foi o 1º show da turnê 2016?

November 12, 2016

Fonte: Site Alternative Nation

Jornalista: Dustin Halter (05/11/2016)       

    

Parece que apenas 01 batimento cardíaco se passou desde o dia em que Chris Cornell (vocalista do TEMPLE OF THE DOG) postou em rede social o anúncio de que o TEMPLE OF THE DOG estava se reunindo para a sua 1ª turnê na história - passando pelo dia em que os ingressos da turnê foram vendidos em apenas 05 minutos - para o 1º show no Teatro Tower, em 04/11/2016, nos arredores de Philadelphia. Como milhares de outros fãs, eu fiquei sentado no meu computador tentando comprar algum ingresso - mas a minha missão não obteve sucesso. Somente 02 dias antes da banda iniciar a sua turnê, eu fui abençoado com 01 ingresso de brinde do site Alternative Nation.

 

Toda a emoção de um show altamente antecipado e com os ingressos esgotados, foi completado ainda por centenas de fãs (que não conseguiram ingressos) que ficaram nas calçadas ao redor do teatro para tentar ouvir alguma coisa. Havia um frio agradável no ar que adicionou ao suspense em assistir um evento tão grandioso pela 1ª vez na vida – depois de 25 anos da sua formação. O amor por este super grupo de apenas 01 álbum de estúdio lançado, ficou amostra por um mar de fãs que encheram a mesa de merchandising e não desgrudaram da barraquinha de produtos, até depois de horas que o show já havia terminado - quando a equipe da banda poderia reabastecer todos os seus produtos no final da noite. Antes do show iniciar, centenas de pessoas ainda estavam tentando comprar camisas da turnê, quando as luzes do saguão diminuíram e a multidão se armou para o que estava por vir.

 

Antes que alguém tivesse a chance de piscar, as notas da guitarra com distorção “Flanger”, na introdução da música “Say Hello to Heaven”, foram tocadas seguida pelos gritos esmagadores e satisfeitos das mais de 3.000 pessoas que estavam no local. Eu já estive em vários shows, shows realmente bons onde a banda ao vivo soava tão bem quanto ao seu álbum de estúdio - mas nunca uma banda onde havia 25 anos de intervalo no meio! Eu não posso nem mesmo expressar corretamente como o incrível TEMPLE OF THE DOG soou hoje à noite... A voz de Chris Cornell é sempre algo para contemplar e no show, ele apresentou diferentes pontos no setlist com canções da sua carreira solo ou apresentando material novo. Esta noite, ele direcionou a sua voz de volta para 1991 e ficou lá, sem esforço nenhum! Ele até estava usando uma camisa que ele dizia ser de 1990, para celebrar a ocasião e possivelmente para também tirar alguma energia dela.

 

A noite progrediu com canções do único disco da banda - assim como eles tocaram todas as 10 músicas do álbum - bem como vários covers do MOTHER LOVE BONE. A 5ª música do setlist, o hit “Stardog Champion”, Chris Cornell canalizou em si o seu falecido amigo e companheiro de quarto, Andy Wood, e acabou soando exatamente como ele cantava neste belo cover. Era irreal de se ouvir e era a coisa mais próxima que nós iremos ver para sempre de um concerto do MOTHER LOVE BONE. Chris pediu ao público para enviar alguma saudação de amor a Andy e o teatro entrou em erupção imediata como resposta, esperançosamente ecoando a energia para a atmosfera de Andy.

 

Esta não foi a única homenagem da noite, com a banda também tocando uma música de DAVID BOWIE, “Quicksand”. Já que o TEMPLE OF THE DOG lançou somente 01 álbum de estúdio composto por apenas 10 canções, a banda salpicou outros vários covers em seu setlist, como: “Jump Into The Fire” (de HARRY NILSSON), “I’m a Mover” (da banda FREE), “Achilles Last Stand” (do LED ZEPPELIN) e até mesmo “War Pigs” (do BLACK SABBATH)! Em um momento do espetáculo, uma estátua de Andy Wood foi lançada e apoiada no palco atrás do guitarrista Stone Gossard, para pagar mais 01 tributo ao seu ex-companheiro de banda e falecido amigo.

 

Ao todo, foi um show incrível - apesar da não presença de Eddie Vedder (vocalista do PEARL JAM) - e até mesmo os policiais na rua que estavam cuidando da segurança, comentaram sobre o show. Eles até bloquearam o tráfego para mim enquanto eu tirava 01 foto da fachada do teatro, me dizendo: "Está tudo bem, eu sei o que é um grande show". E aquele policial estava certo! Era "O" show de uma vida inteira!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Smashing Pumpkins: "voltamos a ser nós mesmos"

September 27, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead